browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

WRC 2016 – Rally Sardegna Italia: Hyundai vence com Thierry Neuville

Posted by on 14/06/2016

Pela segunda vez nesta temporada, a Hyundai foi a grande vencedora no WRC, com Thierry Neuville subindo ao degrau mais alto do pódio. O piloto belga conseguiu superar os Volkswagen de Jari-Matti Latvala e Sebastien Ogier, demonstrando que o desenvolvimento do i20 já é o suficiente para incomodar os Volkswagen que antes eram praticamente imbatíveis.

O mais impressionante é o fato de que Neuville chegou ao fundo do poço com a Hyundai em 2015 saindo do status de “grande astro” para um mero coadjuvante pilotando o 3º carro da equipe e literalmente sendo retirado do foco pela montadora, não que isso fosse injusto, Thierry com uma pilotagem agressiva começou após uma triunfal estreia a destruir carros por erros “básicos” que poderiam ser facilmente evitados e você pode acompanhar essa decida ao fundo do poço aqui mesmo pelos Diários de Judith em matéria exclusiva clicando AQUI

Mas não foi dessa vez que o Belga deu mais um passo para dentro do poço, pelo contrario!! Com apenas três especiais para completar antes do final do rally, Neuville partiu para o ataque esperando manter e até aumentar a vantagem que tinha sobre Latvala. A sua vitória em Cala Flumini foi decisiva cravando mais 3,1 segundos de vantagem sobre o finlandês. Ogier ficou em terceiro e com isso se mantinha em 3º na geral já que Dani Sordo e Ott Tanak estavam longe para não serem incomodados.

A mesma coisa aconteceu no especial seguinte, embora a especial tenha sido ganha por Eric Camili o finlandês da Volkswagen já admitia a derrota: “Perdi três segundos na primeira especial e a diferença está em 19s. Não tenho hipótese de apanhar o Thierry sem um erro. Estou apenas a procurar encontrar um ritmo confortável sem correr riscos”, disse Latvala no final da 17ª especial. Mas essa admissão de derrota não fez Neuville baixar as suas defesas, bem pelo contrário: “O Jari-Matti nunca desiste! Foi uma boa classificatória, mas vai ser duro na segunda passagem aqui”, contou depois.

Na primeira passagem por Sassari-Argenteri, Neuville aumentou ainda mais sua diferença, vencendo a especial com 6,2 segundos de vantagem sobre Jari-Matti Latvala que chegou em terceiro – batido por Anders Mikkelsen, com Ogier tropeçando em sexto. “É uma margem confortável agora. Se não cometer erros tudo deve correr pelo melhor. Iremos focar-nos em trazer o carro até casa. É mais importante do que forçar o andamento para obter os pontos da Power Stage”, disse o então líder da prova.

Na Power Stage – a segunda passagem por Sassari-Argenteri – Ogier levou a melhor sobre Kevin Abbring e Jari-Matti Latvala, com Neuville chegando em quinto, mas o essencial tinha sido alcançado: Thierry Neuville deu à Hyundai a sua segunda vitória nesta temporada, com uma vantagem de quase 25 segundos sobre Jari-Matti Latvala. Sebastien Ogier ficou com o terceiro posto a um minuto e 37 segundos do vencedor.

Dani Sordo foi o quarto da geral – pela quarta vez seguida. E curiosamente, consolidou o segundo lugar da classificação geral, graças a essa consistência e muito distante do quinto, o estoniano Ott Tanak, o melhor dos Ford. Eric Camili foi o sexto, a quase seis minutos do vencedor, conseguindo bater Henning Solberg, o sétimo classificado. O finlandês Teemu Suninen foi o oitavo no seu Skoda, e o melhor dos WRC2, seguido por Jan Kopecky e Karl Kruuda, todos eles em máquinas do WRC2.

Na classificação geral, Ogier continua a liderar com folgas, tendo agora 132 pontos, contra os 68 de Dani Sordo. Anders Mikkelsen é o terceiro, com 67 e Mads Ostberg é quarto, com 58.

O Mundial de ralis continua entre os dias 1 e 3 de julho, em terras polacas.

Fonte: Continental-circus/WRC

Deixe uma resposta