browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

WRC Portugal 2016 – Um primeiro dia que valeu por um evento inteiro

Posted by on 20/05/2016

O inglês Kris Meeke é o lider do Rally de Portugal após o final do primeiro dia, onde se disputaram oito especiais de classificação, incluindo a especial no centro da cidade do Porto. O líder do rali tem um avanço de 35,2 segundos sobre Sebastien Ogier, numa etapa marcada pelos erros fatais de Hayden Paddon e Ott Tanak. Depois do “shakedown” em Lousada, onde Sebastien Ogier levou a melhor sobre o Hyundai de Thierry Neuville por 0,9 segundos, máquinas e pilotos iriam fazer passagens duplas por Ponte de Lima, Caminha e Viana do Castelo, todos na parte norte do país. E foi logo na primeira classificatória do dia que Kris Meeke mostrou ao que vinha, vencendo as duas primeiras especiais, a primeira passagem por Ponte de Lima e de Caminha. Na terceira especial do dia, foi a vez de Jari-Matti Latvala vencer, mas isso não afetou a liderança do inglês da Citroen, que tinha cerca de 11,3 segundos de vantagem sobre Ogier.

O francês se queixava do setup do carro: “Não foi uma boa especial para mim mas as condições são boas. Há muita tração mas o setup não está funcionando como esperava já que o carro escorrega de frente. Não foi um bom trecho para mim”, disse no final da segunda especial.

“É bastante complicado, porque este trecho estava escorregadio no início e depois já havia boa aderência. O nosso plano é tentar conseguir o melhor resultado possível. Nós não estamos no campeonato”, afirmou Meeke, na terceira classificativa do rali, em Caminha.

Mas foi na SS5 que aconteceu o evento do dia quando Hayden Paddon, o vencedor do Rali da Argentina, perdeu o controle do carro, saiu da pista e causou um incêndio. Tudo aconteceu na segunda passagem por Ponte de Lima, e o incêndio causou também o erro de Ott Tanak, que ajudou a evitar que o fogo chegasse ao seu carro já que parou muito próximo ao carro de Paddon.

A classificatória acabou por ser cancelada, mas a classificação ficou baralhada por algum tempo, e só após a segunda passagem por Caminha é que tudo ficou decidido com Meeke na liderança. Com isto, Meeke tinha uma vantagem de 35,2 segundos sobre Ogier, com Sordo no terceiro lugar, a 39 segundos, enquanto que Anders Mikkelsen era o quarto, a 55 segundos do lider.

Sábado (21/05) promete!!!

Fonte: Continentalcircus.

Deixe uma resposta